More

    Guarujá Guia Completo – Praias e O Que Fazer!

    Foto: Governo do Estado de São Paulo

    Guarujá é um excelente e agitado destino turístico, com praias maravilhosas e pertinho da cidade de São Paulo.

    Quem busca diversão, relaxamento e descanso num ambiente com estrutura vai adorar conhecer Guarujá!

    Guarujá, também conhecida como “Pérola do Atlântico” devido às suas belas praias e belezas naturais, é uma movimentada cidade turística localizada ao sul do litoral de São Paulo, a apenas 88 km da capital.

    Ou seja, se você está em São Paulo, em cerca de 1h30 você chega nessa cidade maravilhosa que é o Guarujá!

    Lá você encontra praias que agradam a todos os gostos – das mais selvagens, acessíveis apenas por trilhas, até as mais urbanizadas, bem movimentadas.

    Um fator que chama atenção na cidade além das praias é sua excelente infraestrutura que reúne shoppings, mercados e muitas lojas.

    Na cidade você também pode visitar construções históricas e mirantes de dia, e a noite curtir o agito das boates, os bares com música ao vivo e charmosos restaurantes.

    Foto Praia das Astúrias Guarujá

    Outra atração local é a pesca artesanal, que pode ser vista e praticada em diversas praias do município ao longo de sua orla.

    A alta temporada é marcada por um período muito movimentado, com congestionamentos, filas e praias lotadas.

    Mas a cidade ainda guarda recantos onde é possível relaxar em praias que são acessadas apenas por trilha.

    É isso mesmo, Guarujá também surpreende com sua natureza. Sua Mata Atlântica abriga trilhas de ecoturismo, praias desertas, piscinas naturais e uma infinidade de espécies de animais e plantas.

    Aqui no guia do Guarujá você encontra todas as informações sobre as praias do Guarujá, mapa das praias, dicas de o que fazer, hotéis e pousadas, além de muitas fotos!

    O que você encontra aqui:

    Praias do Guarujá

    As Praias do Guarujá são umas das preferidas dos paulistas e não é por nada!

    São 27 praias incríveis que atendem a todos os gostos!

    ▶ Conheça todas as Praias do Guarujá em um único lugar.

    Se você quer agito, movimento, estrutura e muita atividade de lazer, as praias do centro são a melhor escolha para você!

    Estas são as mais agitadas e movimentada, margeadas por um calçadão com muitas atividades de lazer.

    Foto da Praia das Pitangueiras - Praias do Guarujá
    Praia das Pitangueiras

    A Praia das Pitangueiras é a praia central da cidade. Com um visual bastante urbanizado, possui ondas médias e excelente infraestrutura, porém, lá não há quiosques, apenas alguns restaurantes e muitas barracas na areia.

    Foto da Foto da Praia da Enseada - Praias do Guarujá
    Praia da Enseada

    Em seu lado esquerdo está a Praia da Enseada, uma praia bastante extensa, muito movimentada, com ciclovia, excelente infraestrutura e balada a noite. A Enseada, diferentemente da Pitangueiras, possui quiosques espalhados por toda a orla.

    Foto da Praia das Astúrias - Praias do Guarujá
    Praia das Astúrias

    Já no seu lado direito temos a Praia das Astúrias, uma praia de ambiente familiar, com um mar de ondas fracas e quiosques espalhados pela orla.

    Praia do Tombo

    Ao sul da Praia das Astúrias temos a Praia do Tombo, com quiosques espalhados por toda a orla e mar de tombo, com ondas bravas e bastante buraco, muito frequentada por surfistas e público jovem.

    Foto da Praia do Guaiúba Guarujá - Naturam
    Praia do Guaiúba Guarujá

    Passando a Praia do Tombo, temos a Praia do Guaiúba, uma praia belíssima, rústica, de natureza exuberante.

    Foto da Praia de Pernambuco Guarujá - Naturam

    Agora seguindo para o norte, um pouco mais afastada do centro mas ainda muito movimentada está a famosa Praia de Pernambuco, conhecida por suas casas luxuosas e lindo visual, cercada pela natureza. Uma praia bastante residencial porém, muito voltada para o turismo.

    Ao lado do Pernambuco e não menos frequentada, está a Praia do Mar Casado.

    Foto da Praia do Éden - Praias do Guarujá
    Praia do Éden

    Você também encontra praias mais isoladas com acesso por trilhas como a Praia do Éden (logo após a Enseada, ainda próxima do centro), e as praias Branca, Preta e Camburi, ao norte da Ilha de Santo Amaro.

    Se busca praias mais tranquilas e preservadas, com controle de número de pessoas que acessam as praias, você pode aproveitar para conhecer as praias de São Pedro, Conchas e Iporanga.

    ▶ Conheça mais sobre cada uma das Praias do Guarujá – mais informações e fotos.

    O que fazer no Guarujá

    As praias do Guarujá já são um atrativo primordial para quem visita a cidade.

    Porém, quem vai para lá também pode aproveitar para conhecer outros pontos turísticos!

    Não faltarão opções de o que fazer no Guarujá, acredite!

    Portanto, quem fica no Guarujá também tem a oportunidade de fazer trilhas, conhecer outras praias, fazer voo livre, apreciar vistas de mirantes, conhecer seu passado histórico, visitar fortes, e ainda aproveitar os famosos bares e restaurantes da cidade.

    Desta forma, confira aqui todos os atrativos do Guarujá:

    1 – Visitar o Aquário – Acqua Mundo

    Foto do Aquário do Guarujá
    Foto: Rogerio Cassimiro

    Ao visitar o Guarujá no litoral sul paulista o turista tem uma opção de passeio incrível: a visita ao excelente Aquário do Guarujá, o Acqua Mundo.

    É uma das atrações mais procuradas no litoral paulista na alta temporada.

    O Aquário do Guarujá está localizado na Praia da Enseada e é um dos maiores da América Latina.

    É um empreendimento turístico que privilegia a educação ambiental e a pesquisa ecológica. Com isto desenvolve oficinas temáticas, ciclo de palestras.

    Também oferece aos visitantes 49 recintos (água doce, salgada, aquaterrários e terrários) com representações de vários habitats marinhos e terrestres como manguezal, pantanal, praia e floresta amazônica inundada.

    Ao passar por lá você tem a oportunidade de conhecer e admirar uma grande de variedade de animais dos mais diversos ambientes e grupos zoológicos, ou seja, desde peixes, lindos corais e tubarões, até os fofíssimos pinguins e amedrontadores jacarés e cobras.

    De acordo com o site da Prefeitura do Guarujá, o aquário possui cerca 180 espécies de animais, totalizando 3 mil animais em exposição. 

    Sua maior atração é o tanque de água salgada, com 800 mil litros, construído para simular a vida no oceano com peixes de mar aberto, como cardumes e tubarões.

    Se puder se planejar, dê uma passada pelo aquário do Guarujá nos horários de alimentação dos animais. 

    Para os que gostam de um maior contato com os animais, aproveite para passar a mão em algumas arraias, e se não for suficiente, é possível marcar um horário para mergulhar com os tubarões! 

    Isso mesmo, mergulhar com os tubarões!

    O mergulho é seguro e é feito com monitores, possuindo uma duração de 30min. Porém, a brincadeira não sai nada barata, o custo é de R$ 300, mas a experiência é incrível. 

    O Acqua Mundo também disponibiliza atividades educacionais para grupos de crianças e jovens, com oficinas temáticas e ciclos de palestras.

    Outro fato interessante é que uma dessas atividades é completamente voltada para o público com deficiência visual, proporcionando a estes, de forma interativa, informações e conhecimentos sobre o ambiente aquático, a vida marinha e sobre os organismos expostos no aquário.

    O Acqua Mundo está localizado na Av. Miguel Estéfano, 2001, na Praia da Enseada. Saiba mais aqui.

    2 – Visitar os Mirantes do Guarujá

    Foto do Mirante da Caixa D'água
    Foto: Rogerio Cassimiro

    O que não faltam no Guarujá são mirantes bem estruturados que te presentearão com lindas vistas das praias do Guarujá!

    Veja então os principais mirantes do Guarujá:

    Mirante da Campina (ou Maluf)

    O mais famoso de todos é o Mirante do Morro do Maluf (também conhecido como Mirante da Campina), localizado entre a Praia de Pitangueiras e Enseada. É o Marco Zero da cidade de Guarujá. Lá você pode praticar esportes radicais como escalada e voo livre, além de desfrutar de uma bela vista panorâmica da extensa Praia da Enseada.

    Mirante do Gávea

    Ainda no Morro do Campina (ou Morro do Maluf) temos outro mirante que vale a pena a visita, o Mirante do Gávea. Este é um ótimo local para a apreciação das ondas que quebram próximo ao local e também para pesca. Seu acesso se dá pela Alameda Floriano Peixoto.

    Mirante do Costão das Tartarugas (ou Mirante das Tartarugas)

    No canto esquerdo da Praia da Enseada temos o Mirante do Costão das Tartarugas, que além da visão para praia da Enseada e Costão das Tartarugas, oferece o serviço de um restaurante, com terraço coberto e ao ar livre. O acesso é por estrada asfaltada ao final da Avenida Miguel Stefano e Avenida das Tartarugas, na orla da praia.

    Mirante da Caixa D’Água

    Outro mirante que não fica atrás em relação à fama é o Mirante da Caixa D’Água, situado atrás do mercado de peixes no bairro das Astúrias. De lá é possível observar as praias Astúrias e Tombo, e é um bom lugar para a prática de voo livre.

    Mirante das Galhetas

    O Mirante da Caixa D’Água está localizado no mesmo morro que o Mirante das Galhetas, que proporciona uma vista paradisíaca da Praia das Astúrias. Também é muito conhecido e procurado pelos amantes da pesca esportiva. 

    Mirante Praia das Astúrias

    Outra vista muito famosa no Guarujá é o do Mirante Praia das Astúrias. Neste caso não precisamos subir nenhum morro. Este está localizado no canto direito da Praia das Astúrias e tem uma linda vista a orla do Guarujá, avistando em seu horizonte a Astúrias, Pitangueiras e Enseada. A vista durante a noite também é encantadora.

    3 – Voo Livre e Rapel no Morro do Maluf e da Caixa D’água

    Que tal um pouco de aventura no Guarujá?

    Na região central da cidade está localizado o famoso Morro da Campina, também conhecido como Morro do Maluf, que separa a Praia da Enseada da Praia das Pitangueiras.

    Este morro de 63 metros de altura, além de proporcionar uma linda vista de seu mirante, também é muito procurado para rapel (escalada) e voo livre.

    Foto O que fazer no Guarujá - Rapel/Escalada Morro do Maluf
    Foto por Rappel Brothers

    Diferentemente do rapel, que é exclusividade do Morro do Maluf, o voo livre também pode ser feito do Morro da Caixa D’água, que separa a Praia das Astúrias da Praia do Tombo.

    Guarujá possui diversas escolas que fazem o voo duplo e também ensinam o esporte.

    Para realizar as atividades, não é preciso nenhum tipo de experiência, basta contatar alguma empresa ou agência para adquirir o serviço.

    As atividades serão monitoradas e conduzidas por pessoas capacitadas neste tipo de esporte de aventura, para proporcionar total tranquilidade e segurança durante todo o percurso.

    Uma experiência única!

    4 – Curtir a noite no Guarujá

    A vida noturna no Guarujá é movimentada e badalada.

    Depois de um dia na praia, ao anoitecer, a vontade é de sair, comer em um delicioso restaurante ou tomar um gelado sorvete de sobremesa, e caminhar tranquilamente visitando lojinhas e curtindo a brisa do mar.

    Você irá encontrar tudo isso com facilidade nas praias localizadas mais próximas do centro.

    Principalmente nas praias da Pitangueiras e Enseada, restaurantes, sorveterias, e bares são facilmente encontrados por todo o bairro.

    Na Pitangueiras você também encontra alguns shoppings, sendo o mais famoso o La Plage, próximo da orla, além de uma feira de Artesanatos, situada ao norte da praia, depois do Shopping La Plage.

    Na Enseada o anoitecer abre mais ainda o leque de possibilidades de lazer! Você pode fazer um passeio no calçadão, visitar a feirinha da Enseada e aproveitar também para tomar um drink gelado e ouvir uma música ao vivo em algum dos quiosques que abrem a noite.

    E como se não bastasse, há também na Enseada shopping e galerias, locais onde é possível passear, fazer compras ou comer algo na praça de alimentação.

    Durante o verão a Enseada conta com shows, eventos e parques de diversão, e na Praia da Pitangueiras, diversos eventos e apresentações são realizadas pela secretaria do turismo.

    Os eventos acontecem tanto de dia quanto de noite.

    Ao sul da Pitangueiras temos a Praia das Astúrias, onde você encontra uma feira de Artesanatos, situada no canto esquerdo da praia, além de diversos outros bares e restaurantes.

    Outro praia famosa por ter uma noite agitada é a Praia do Tombo, localizada logo após a Praia das Astúrias, também com diversos restaurantes e bares para visitar, além dos quiosques que também se tornam uma ótima opção de passeio a noite, muitos com música ao vivo.

    5 – Fazer passeios de escuna e lancha no Guarujá

    Os passeios de escuna e lancha no Guarujá são um dos passeios mais procurados da cidade!

    É uma ótima opção para quem quer conhecer mais a fundo Guarujá.

    Nestes passeios você relaxa, se diverte e ainda tem a oportunidade de conhecer praias mais afastadas, percorrer o canal de Bertioga e até mesmo observar monumentos históricos do Guarujá, como as ruínas da Ermida de Santo Antônio do Guaibê, Forte de São Felipe e São Luiz. 

    Ou seja, é um passeio pra lá de especial e que vale a pena fazer, pois está recheado de incríveis histórias, belezas e muito aprendizado.

    A maior parte das escunas e lanchas estão localizadas na região da balsa entre Santos/Guarujá, no lado Santos, saindo da Ponte Edgard Perdigão no Píer da Ponta da Praia.

    Geralmente os passeios duram cerca de 1h30 a 2h de duração com valor em torno de R$ 50 (Adulto) e R$ 20 (crianças até 10 anos).

    Mas também é possível encontrar passeios com maior tempo de duração e outros roteiros, com paradas para mergulho em algumas praias como Sangava, por exemplo.

    Tem até mesmo opções de passeios baratos e curtos, como o que vai para a Praia do Goés, cujo valor do barco até a praia sai por volta de R$ 5 a R$ 10.

    Outro ponto de saída de passeios de barcos é a Praia da Enseada, no Guarujá.

    No Canto do Tortugas (canto esquerdo da Enseada) você encontrará um grande número de marinas que oferecem os mais diversos passeios, além de aluguel de jet skis, que também são uma excelente forma de locomoção.

    Aliás, falando em meios de locomoção, é comum as pessoas alugarem barcos para visitar outras praias do Guarujá, principalmente na alta temporada, época de muito trânsito na ilha.

    Além de passeios pelas praias do Guarujá, também é possível alugar uma lancha para um passeio romântico, um pedido de casamento, cinzas ao mar e até mesmo uma despedida de solteira(o).

    6 – Conhecer monumentos históricos – Fortes, Fortalezas e Pavilhões

    Foto da Fortaleza da Barra Grande
    Foto: Rogerio Cassimiro

    Se gosta de conhecer um pouco sobre a história do lugar que está visitando, vai gostar de saber que o Guarujá tem um passado histórico riquíssimo.

    São fortes e fortalezas que nos levam de volta ao período colonial além de dois pavilhões localizados no centro do Guarujá que nos lembram da história e da importância dessa cidade turística.

    Pavilhão da Maria Fumaça e do Carro Fúnebre de Santos Dumont

    Foto O que fazer no Guarujá - Pavilhão da Maria Fumaça
    Foto: Rogerio Cassimiro – Pavilão da Maria Fumaça.

    A primeira atração que mencionaremos aqui é o Pavilhão da Maria Fumaça, na Praia da Pitangueiras.

    Desde 1892 existe a preocupação com o acesso de turistas no Guarujá, e neste ano se inicia a construção de uma ferrovia que é inaugurada em 1893. O trem seguia até a frente do Grande Hotel, na praia das Pitangueiras.

    Em 1956 o transporte é desativado, e hoje podemos visitar o Pavilhão da Maria Fumaça exposto no cruzamento da Avenida Puglisi com a Avenida Leomil, no centro da cidade.

    Outra atração encontrada na Pitangueiras é o Pavilhão do Carro Fúnebre de Santos Dumont.

    Carro Fúnebre de Santos Dumont

    O carro fúnebre que transportou o corpo de Alberto Santos Dumont (o pai da aviação), falecido em 1932 na cidade de Guarujá, está localizado na Avenida Puglisi em frente ao Pavilhão da Maria Fumaça.

    Um Chevrolet Ramona, fabricado em 1929, construído quase totalmente em madeira, sendo uma raridade que mantém todas as características originais, inclusive o motor seis cilindros.

    No dia do funeral, o carro passou pela Av. Puglisi seguindo até travessia de balsa Santos – Guarujá, em direção à cidade de São Paulo.

    Forte dos Andradas

    O que fazer no Guarujá - Forte dos Andradas
    Sturm / CC BY-SA Forte dos Andradas

    Indo em direção sul, depois da Praia do Tombo, temos o Forte dos Andradas.

    O forte foi inaugurado em 1942, foi preparado para resistir à intensos ataques aéreos.

    É totalmente cravado na rocha e construído a aproximadamente 300 metros do nível do mar.

    Compõe-se de um complexo sistema de túneis de concreto, câmaras e elevadores que permitem a movimentação dos soldados e da munição.

    Considerado o último forte construído no Brasil, hoje constitui-se numa exuberante atração turística, mantida pela 1ª Brigada da Artilharia Antiaérea.

    Seu acesso é monitorado e agendado previamente.

    Para agendar o passeio, preencha o formulário no site da 1ª Brigada da Artilharia Antiaérea.

    Fortaleza da Barra Grande

    Fortaleza da Barra Grande. Foto: Rogerio Cassimiro

    Outro importante monumento histórico do Guarujá é a Fortaleza da Barra Grande.

    Esta foi erguida durante a unificação das coroas portuguesa e espanhola (1580-1640), mais precisamente em 1584. Está edificada em frente ao estuário de Santos. 

    Atualmente está bem conservada e é administrada pela Prefeitura Municipal de Guarujá em consonância com CONDEPHAAT e IPHAN.

    Dentro da fortaleza encontramos o 1º Museu Histórico da Cidade, que oferece visita guiada e infraestrutura mínima.

    A Fortaleza possui 6 salas e espaços multiuso. Em duas salas temos a cafeteria Sonhos e Sabores e a Loja, abertas ao público no horário de funcionamento do Museu.

    O museu está aberto ao público de terça a domingo, inclusive nos feriados. Funciona das 9h às 17h, e nos meses de janeiro e fevereiro até às 18h.

    A Fortaleza está localizada no Bairro de Santa Cruz dos Navegantes, entre as praias Góes e Santa Cruz dos Navegantes.

    O acesso ao museu é feito de duas maneiras; para quem está em Guarujá pela Estrada Santa Cruz dos Navegantes e uma pequena trilha, e para quem está em Santos, através das barcas que saem da ponte Edgard Perdigão sentido Praia do Góes.

    Para mais informações, agendamentos e esclarecimentos você pode entrar em contato através do e-mail [email protected].

    Forte São Luiz e do Forte do Ipanema

    Forte São Luiz

    Guarujá ainda abriga dois outros fortes que não são abertos para visitação, no entanto, você pode contemplá-los do lado de fora.

    O primeiro deles é o Forte São Luiz, situado na Ponta da Baleia, em uma encosta íngreme na ponta do canal, cuja disposição natural das rochas impediam o desembarque e a tomada do forte pelos inimigos.

    Juntamente com o Forte São João em Bertioga, teve um importante papel de defesa da entrada do canal de Bertioga

    Sua obra foi realizada por Morgado de Matheus, na segunda metade do Século XVIII. Passou por uma reforma geral em 1798. Hoje restam apenas as muralhas tombadas pelo IPHAN, desde 1965.

    Para acessá-lo é necessário pegar uma trilha por mata fechada, a Trilha da Praia Branca, no norte da ilha.

    Forte da Vera Cruz de Itapema

    Por fim, temos o Forte da Vera Cruz de Itapema (ou Fortaleza do Itapema), uma das mais antigas edificações do Brasil, construída no século XVI. 

    A fortaleza foi erguida em uma única rocha, mais precisamente no antigo bairro do Itapema, hoje, distrito de Vicente de Carvalho.

    Era terceira muralha fortificada construída na região, sendo possível avistar toda a vila de Santos, a fortaleza passou por várias épocas de abandono, reconstrução e reformas. Atualmente está sob responsabilidade da Receita Federal e não é aberto ao público.

    Você pode contemplá-la no endereço R. Itapema, 51 ou através de passeio de barco.

    Ermida de Santo Antônio do Guaibê

    Ermida de Santo Antônio do Guaibê

    A Ermida de Santo Antônio do Guaibê é uma capela construída no século XVI no extremo norte de Guarujá, junto ao canal de Bertioga, e foi uma das primeiras igrejas do Brasil, frequentada pelo Padre Anchieta, que rezava missas e catequizava índios.

    Foi construída por José Adorno e é feita de pedras de sambaquis e óleo de baleia com conchas. O acesso à Ermida é feito pela Trilha das Ruínas, uma trilha secundária da Trilha da Praia Branca, que tem início na Rodovia Ariovaldo de Almeida Viana, na estrada Guarujá-Bertioga. O caminho é feito por uma área preservada da Mata Atlântica.

    7 – Jogar uma partida de golfe no Golf Club Guarujá

    Foto do Guarujá Golf Club
    Foto: Rogerio Cassimiro

    O Guarujá Golf Clube tem 50 anos de tradição e está localizado a menos de 200 metros da Praia de Pernambuco

    É considerado um dos melhores e um dos mais bonitos percursos de nove buracos do país.

    O Guarujá Golf Club é aberto ao público e oferece instrutores para os que querem aprender a praticar golfe – uma experiência e tanto!

    Por lá você também encontra um ótimo restaurante.

    Saiba mais clicando aqui

    8 – Esportes nas Praias do Guarujá

    Agora vamos falar um pouco sobre esportes!

    O surf é uma atividade bastante praticada no Guarujá, onde ocorrem eventos nacionais e internacionais.

    As praias Enseada, Pernambuco e Tombo são sede de importantes campeonatos, boas para a prática de surf.

    Mais ao norte, com acesso controlado, temos a Praia do São Pedro e Pinheiro, também muito procuradas por surfistas por suas ótimas ondas.

    Praias como Branca, Preta e Camburi, são praias mais afastadas e mais desertas, porém também são procuradas para a prática do esporte.

    Na praia das Pitangueiras é praticado o Surf Noturno, com a iluminação do Canto do Maluf.

    Além do surf, os esportes náuticos também são bastante comuns!

    Dentre eles, estão o esqui aquático, windsurf, vela, caiaque e canoagem.

    A praia da Enseada possui rampas de acesso específicas para lanchas e jet skis.

    Outro esporte que não pode passar batido é a pesca!

    A pesca com molinete pode ser feita em diversas praias do Guarujá, mas dois locais se tornam ótimas opções por serem de fácil acesso: Ponta das Galhetas, na Praia das Astúrias, e Mirante da Gávea, na Praia das Pitangueiras.

    Agora, se está a procura de barcos de pescaria, o melhor local é a Praia do Perequê , porém o turista deve buscar informações com os moradores locais.

    Além disso, é possível alugar barcos e equipamentos através das marinas, que possuem uma completa infraestrutura de apoio para pescas e esportes náuticos. Existem muitas dessas na Praia da Enseada.

    ▶ Conheça mais sobre cada uma das Praias do Guarujá – mais informações e fotos.

    9 – Trilhas do Guarujá

    Foto da Trilha do Conde
    Foto: Rogerio Cassimiro

    Quando pensamos no Guarujá logo vem a imagem de praias bem estruturadas e urbanizadas, porém, a Pérola do Atlântico também possui uma natureza exuberante e alguns segredos mais escondidos.

    Através de trilhas você tem acesso a praias isoladas, algumas praticamente desertas, além de ruínas e fortes – Guarujá é realmente cheia de maravilhas!

    Foto da Praia do Éden Guarujá - Naturam
    Praia do Éden

    A trilha mais fácil e a mais conhecida é a Trilha da Praia do Éden!

    A Praia do Éden está localizada logo após a Enseada, e como o próprio nome sugere, é um lugar paradisíaco.

    Por ser uma trilha bastante íngreme ela é considerada de nível médio. 

    ▶ Confira Como Chegar na Praia do Éden em nosso guia da Praia do Éden, lá você também encontrará diversas fotos e mais dicas da praia.

    Foto da Praia Branca - Praias do Guarujá
    Praia Branca

    No quesito fama, logo após a Praia do Éden temos a Trilha da Praia Branca, que leva não somente à Praia Branca, mas continua até a Praia Preta e termina na Praia do Camburi.

    Estas praias estão localizadas ao norte da cidade, já próximo de Bertioga.

    Até a Praia Branca a trilha é de nível fácil, bem demarcada, cerca de 20 minutos de caminhada – começa em uma subida de cimento, com corrimões em alguns trechos. De seu ponto mais alto há uma bela vista da praia. Depois é só descida, passando pela comunidade da Prainha Branca até chegar na praia.

    A partir da Praia Branca temos a Trilha da Praia Preta e Camburí, de nível difícil – da Branca até a Preta são 300 metros e até a Praia do Camburi são 800 metros.

    Um ponto de referência para encontrar a trilha é o seguinte: no desembarque das balsas, no Guarujá, é só virar a primeira esquerda que você encontrará o caminho para a Trilha da Praia Branca.

    Ruínas Ermida de Santo Antônio do Guaibê

    A Trilha da Praia Branca também dá acesso à uma outra trilha secundária, a Trilha das Ruínas, que leva até as ruínas da Armação das Baleias, localizada à margem do canal de Bertioga, e as ruínas da Ermida do Santo Antônio do Guaibê, uma das primeiras igrejas do Brasil. 

    Já a Trilha da Fortaleza da Barra Grande é uma trilha suave, cujo destino é a Fortaleza da Barra Grande, construída pelos espanhóis em 1584 para evitar ataques piratas. Uma bela trilha com componentes de observação da natureza, históricos e culturais. Tem início na estrada do bairro Santa Cruz dos Navegantes, com entrada pelo Clube Saldanha da Gama, e dura cerca de 40 minutos.

    Outra trilha ali por perto é a Trilha do Sangava, que também tem início na estrada do bairro Santa Cruz dos Navegantes, com entrada pela Praia do Góes. Tem nível médio e dura cerca de 80 minutos.

    Trilha Parque do Conde. Foto: Rogerio Cassimiro

    Por fim temos também o Parque do Conde, ideal para quem quer contato com a natureza com um pouco de aventura, com esportes como arvorismo, rapel, parede de escalada, piscina natural e tirolesa.

    O parque é administrado pelo Instituto Litoral Verde (ILV), e o acesso é feito por estrada particular, do CEME (Centro de Estudos do Meio Ambiente), à direita no sentido Guarujá-Bertioga de acordo com o ILV. Saiba mais.

    Onde comer no Guarujá?

    Guarujá possui uma rica gastronomia, com pratos de dar água na boca.

    Apesar de peixes e frutos do mar serem a especialidade do Guarujá, encontramos por lá restaurantes e lanchonetes que agradam a todos os gostos!

    Vamos colocar aqui pra você algumas dicas dos melhores restaurantes no Guarujá – os mais bem avaliados e tradicionais.

    Na Praia da Enseada não faltam opções!

    A primeira delas é Bistrô Saint Malo, que fica às margens da Enseada, tendo como especialidade a culinária francesa. No verão e em dias mais quentes de outras estações, os pratos a base de frutos do mar são os mais pedidos. No inverno, caldos e o fondue se tornam atrações no estabelecimento. O endereço é Av. Miguel Stéfano, 1001, Casa Grande Hotel – Enseada.

    Outro restaurante localizado no Casa Grande Hotel é o Thai. Este oferece um ambiente único, com decorações, pratos e bebidas no estilo tailandês. Além da deliciosa comida tailandesa, você pode se aventurar nos drinques da casa.

    Já o Dalmo Bárbaro é especializado na culinária caiçara. No cardápio, você pode encontrar moquecas de camarão, risotos, uma boa diversidade de massas e iguarias. Situado na Av. Miguel Stéfano, 4751 – Enseada.

    Ainda na Praia da Enseada, o Rufino’s Restaurant parece uma cabana de madeira com vista 360 graus. Peixes e frutos do mar são a especialidade da casa. Porém, você pode encontrar vários tipos de massas, risotos e sobremesas no cardápio. O restaurante possui uma adega própria e a escolha do vinho certo para acompanhar a refeição pode deixar tudo mais prazeroso. 

    O tradicional Dona Eva, inaugurado há quarenta anos, fica no Hotel Delphin e é especializado na culinária caiçara, com um toque de comida caseira. Fica na Av. Miguel Stéfano, 1295 – Enseada.

    Saindo um pouco da Enseada, na Praia do Guaiúba temos o Quiosque da Helena, especializado em frutos do mar e oferece porções bem servidas de comida fresquinha. Um dos pratos mais pedidos é o Camarão na Moranga, que serve até duas pessoas.

    Já na Praia do Tombo você não pode deixar de conferir o Georgia Café, que possui a fama de servir o melhor açaí da cidade. O local também serve sorvetes, cafés quentes e gelados, doces, salgados, saladas e lanches. Fica na Av. Prestes Maia, 330, loja 1 e 2 – Praia do Tombo.

    No centro temos o tradicional restaurante Chopp Halle, que funciona desde 1965 em um ambiente requintado e com um cardápio extenso que mistura opções de pratos com peixe, frutos do mar e de comida alemã. O camarão ao alho laminado, o Chucrute Garni (uma mistura de carnes de porco e chucrute) e a paella do Halle são algumas das opções recomendadas pelo chefe. o Endereço é Av. Marechal Deodoro, 1520 – Centro.

    Ainda na região central, na Pitangueiras, temos o Tahiti Restaurante. Este oferece um ambiente tranquilo e bem aconchegante à beira-mar. O cardápio é bem variado e combina pratos tradicionais com outros mais requintados. O restaurante parece uma casa na praia e é considerado um dos melhores do Guarujá. Está localizado na Av. Mal. Deodoro da Fonseca, 367 – Pitangueiras.

    Indo para o norte, na Praia de Pernambuco, o Les Épices serve pratos de inspiração francesa, como a salada de frutos do mar, que combina polvo, lagosta, mexilhão e camarão, num ambiente decorado por orquídeas. Está situado na Av. Marjory da Silva Prado, 1100, Sofitel Jequitimar Guarujá – Pernambuco.

    Nossa última dica fica na Praia do Perequê! O restaurante Cosme e Damião é famoso pelas suas refeições bem servidas e com preços amigáveis para o bolso. No cardápio, o que não falta é comida do mar: ostras, mexilhões, camarão, peixe e siri. Um dos pratos mais populares é o filé de pescada ao molho de camarão que serve de duas a três pessoas. Fica na Estrada Guarujá/Betioga, Km 7.

    Onde ficar no Guarujá? Hotéis e Pousadas!

    Com uma excelente estrutura para receber turistas, Guarujá possui centenas de hotéis, pousadas, casas de aluguel para temporada e chalés.

    Enfim, você pode escolher entre se hospedar em bairros mais badalados que durante a temporada de novembro a março ficam cheios de turistas, ou se refugiar em praias um pouco mais distantes e vazias.

    Dependendo da opção escolhida, é possível deixar o carro na garagem e andar a pé, pois há supermercados, padarias, lojas de roupa e biquíni, além de diversos restaurantes próximos. Mas, se preferir ficar em um bairro mais distante dos polos turísticos, a dica é usar o carro ou o transporte público. Como em qualquer cidade do litoral de São Paulo, o trânsito do Guarujá pode se tornar um pouco caótico durante os meses mais movimentados.

    Veja abaixo quais são os melhores bairros para se hospedar e qual combina mais com o perfil da sua viagem.

    A Praia da Enseada é onde tudo acontece, com uma vida diurna e noturna agitadas. O bairro é muito bem estruturado para receber turistas, e há opções de restaurantes, lojas, hotéis e pousadas para diferentes gostos e orçamentos. Também é pela sua orla que os palcos são montados para abrigar os diversos shows que acontecem no verão.

    Vizinha da Enseada, a Praia das Pitangueiras é a praia central da cidade, e costuma ficar ainda mais cheia que sua vizinha. A estrutura é excelente, com bares, barracas, shopping, feirinhas de artesanato, padaria, hotéis e comércio povoam a região. O mar é um pouco agitado, mas ainda assim bom para banho, para a pesca e também para o surfe.

    Depois da Pitangueiras, em direção sul, temos a Praia das Astúrias, que também possui um movimento intenso na alta temporada, mas durante os outros meses do ano costuma ser mais tranquila. É ideal para famílias, pois a água do mar é tranquila e abriga uma estrutura com ótimos quiosques e restaurantes. Por ser pequena, quase não há hotéis e pousadas disponíveis: uma dica, para quem quiser se hospedar por lá, é alugar um apartamento.

    Depois da Astúrias fica a Praia do Tombo, uma praia de mar agitado e de tombo, ótimo para o surf, que atrai muito o público jovem por seu ambiente descontraído. É uma praia pequena, porém mais tranquila do que as praias centrais. Dispões de alguns hotéis, pousadas e apartamentos para alugar.

    Por fim, temos a Praia de Pernambuco, localizada entre a Praia do Perequê e a Praia do Mar Casado. Esta abriga o mais importante Resort do Guarujá, o Sofitel Jequitimar. Por ser uma região onde não há prédios e nem avenida beira mar, apenas casas e condomínios luxuosos, as opções de estadia são poucas – e com preços mais salgados.

    Confira nossa lista com as melhores pousadas no Guarujá!

    Se preferir, clique aqui para ver uma lista de hospedagens em todo o Guarujá ou faça sua pesquisa através do buscador abaixo:

    Booking.com

    Como chegar no Guarujá?

    Chegar à cidade de Guarujá é mais fácil do que se imagina, distante a poucas horas das principais cidades do Estado de SP, também possui diversos acessos tanto náuticos, quanto aéreos e terrestres.

    Distâncias de outras cidades:

    • Bertioga – 37Km
    • São Vicente – 46Km
    • Santos (Praia Grande) – 49Km
    • Mongaguá – 59Km
    • Itanhaém – 76Km
    • São Paulo – 84Km
    • Peruíbe – 106Km
    • Guarulhos – 120Km
    • São José dos Campos – 140Km
    • Campinas – 205Km
    • Sorocaba – 162Km

    Localização

    Guarujá localiza-se na Ilha de Santo Amaro, no litoral do Estado de São Paulo e é separada do continente pelo Canal de Bertioga e da Ilha de São Vicente pelo Estuário de Santos.

    Indo de carro

    Você tem acesso ao Guarujá através das seguintes rodovias:

    • Rodovia Cônego Domenico Rangoni (antiga Rod. Piaçaguera Guarujá)
    • a partir do entrocamento da Via Anchieta, em Cubatão.
    • Rodovia Rio-Santos, a partir do Litoral Norte Paulista
    • e pela Mogi-Bertioga

    Balsas

    • Travessia Travessia Santos – Guarujá: Parte da Ponta da Praia em Santos.
    • Travessia Bertioga – Guarujá: Outro acesso é pela Rodovia Cônego Domênico Rangoni, chegando a ilha através da Ponte do Monte Cabrão no Canal de Bertioga.

    Indo de ônibus

    Todo mundo sabe pegar um ônibus até o Guarujá, mas como fazer pra ir até a Guaiúba é outra questão. Vamos por partes.

    As linhas de ônibus que operam em Guarujá são:

    Chegando na rodoviária, peque a informação do ônibus para a praia que deseja visitar. Ao entrar no ônibus, peça para o motorista ou para o cobrador te avisar quando for pra descer.

    O que achou do Guarujá?

    Guarujá é uma cidade litorânea com maravilhosas praias e uma infinidade de passeios e pontos turísticos.

    O que achou das nossas dicas?

    Tem alguma dica de passeio que não colocamos aqui?

    Deixe sua opinião nos comentários, adoramos saber o que nossos leitores têm a dizer, isso nos ajuda a criar conteúdos cada vez melhores. Além disso, sua opinião pode ajudar outra pessoa!

    Aproveite também para compartilhar esse guia super completo do Guarujá com as pessoas que também são apaixonadas por essa cidade do litoral sul de SP!

    Outros destinos recomendados

    Aproveite também para conhecer outras praias do Litoral Sul, como Bertioga, Praia Grande, Mongaguá, Itanhaém, Peruíbe, e mais ao sul ainda, Ilha Comprida, Cananéia e Iguape – todas com muitas dicas de o que fazer, como chegar, pousadas e fotos.

    Se tiver curiosidade conheça também as melhores Praias do Litoral Norte SP, onde falamos sobre cidades como Ubatuba, Caraguatatuba, São Sebastião e Ilhabela.

    Seguem abaixo as perguntas mais frequentes feitas por pessoas que querem viajar para o Guarujá. Se você tiver informações adicionais sobre o Guarujá ou quiser registrar sua opinião, use os comentários – sua contribuição poderá ajudar outras pessoas!

    Qual a melhor praia do Guarujá?

    A resposta a essa pergunta depende de muitos fatores: gosto, perfil pessoal, se é para ir com a família, em casal ou amigos… consulte esta página completa, com muitas informações, dicas e fotos, e escolha você mesmo: Todas as Praias do Guarujá.

    Qual o melhor Guia Turístico do Guarujá?

    Uma página completa, cheia de informações sobre praias, onde ficar e o que fazer você pode encontrar em Guarujá – Guia Completo e Atualizado.

    Onde se hospedar no Guarujá? Pousadas e Hotéis?

    O Guarujá tem uma ótima oferta de hospedagem para todos os gostos e bolsos, de Hotéis completos a charmosas Pousadas – veja aqui: Hotéis e Pousadas no Guarujá.

    O que fazer no Guarujá? Pontos Turísticos

    Na cidade do Guarujá o que não falta são boas opções de turismo, lazer e passeios. Saiba mais visitando a página O que fazer no Guarujá – Passeios, Lazer e Pontos Turísticos.

    Comentários

    O que achou? Deixe sua opinião!

    Please enter your comment!
    Please enter your name here

    - De um apaixonado por viagens para outro -

    Veja também

    Praia Grande SP – Praias e 7 Dicas de O que Fazer!

    Sol, mar, praias bem próximas à São Paulo e ótima infraestrutura? Esta é a Praia Grande, uma das prediletas dos paulistanos.

    Camburi e Camburizinho – Charme e Rusticidade

    Camburi e Camburizinho são praias incrivelmente belas, localizadas no litoral norte de SP. Representam a harmonização perfeita entre natureza,...

    Juquehy – Uma Praia que combina charme e natureza!

    A Praia de Juquehy é uma linda praia, perfeita para quem busca tranquilidade, charme e relaxamento. Localizada a 158...