Sertões de Camburi

Sertões do Cambury

Um dos passeios mais legais pra quem cai pra Camburi é poder conhecer as trilhas e cachoeiras de Camburi.

Para quem gosta de trilhas e passeios da Mata Atlântica, os Sertões de Camburi são ótimos lugares! Camburi oferece os Sertões do Cacau e Piavu.

A região dos Sertões possui espécimes exóticas e até raras da flora original da Mata Atlântica. É cortada por riachos e também possui cachoeiras como a da Serpentina, no Sertão do Cacau.

Lá também é possível encontrar objetos de arte típicos, como os trabalhos em madeira, multicoloridos, que retratam a fauna e as características da região.

 

Trilha da Cachoeira do Cacau

Cachoeira do Sertão do Cacau - Camburi - Naturam fotoAs Cachoeiras do Sertão do Cacau estão inseridas dentro dos limites do Núcleo São Sebastião do Parque Estadual da Serra do Mar, uma das unidades de conservação de proteção integral do litoral norte de São Paulo.

São ao todo três charmosas quedas d’água, e com um verde intenso da vegetação a trilha possui inúmeros exemplares de árvores centenárias e uma delas, a grandiosa Figueira-parda, atrativo certo para uma fotografia de recordação.

A região conta com fauna e flora exuberante, vários tipos de bromélias, orquídeas e outras plantas nativas da Mata Atlântica.

Ao todo, a caminhada dura em média 40 minutos.

Faça o passeio com a Ecodynamic

– Site: www.ecodynamic.com.br
– Tel: (12) 3865 2545
– Preço: R$ 80,00 por pessoa, seguro de acidentes pessoais incluso
– Grupos de 6 a 10 pessoas
– Duração: 3 horas
Contato

 

Dica para fazer as trilhas
– Leve um repelente porque tem muito borrachudo.
– Não deixe lixo e recolha o lixo que encontrar.

 

Artesanato em Caxeta

Um dos aspectos culturais mais importantes de Camburi é o artesanato em Caxeta (tabebuia cassinoides), que é uma árvore de pequeno porte que atinge de 3 a 13 m de altura e de 10 a 30 cm diâmetro. Tem madeira leve, macia e de cor clara, o  que proporciona fácil manuseio.

Foi muito usada no passado para produção de lápis, o que causou grande diminuição de sua ocorrência nas matas. Hoje é bastante utilizada na produção de artesanato, instrumentos musicais, tamancos, e tem grande importância econômica para as comunidades caiçaras.

O manejo sustentável da caxeta não se mostrou rentável para o proprietário de terra. As populações não têm, portanto, incentivo econômico para o manejo da espécie. Por outro lado, para o caxeteiro, que é o artesão e trabalhador braçal, pode ser uma boa fonte de renda, desde que a atividade seja estável ao longo do ano.

As áreas de caxetais vêm sofrendo um processo de desaparecimento por conta de ações antrópicas que refletem a falta de conhecimento dos caxetais pelos homens, que ignoram o conhecimento e a experiência de populações tradicionalmente manejadoras da Caxeta.

O projeto São Sebastião Tem Alma, da organização não-governamental Povos do Brasil (Nupaub) da USP um mapeamento das áreas de caxeta no litoral norte para propor aos órgãos locais a criação de reservas dessas árvores.

O ideal é que cada cidade ou comunidade caiçara tenha uma reserva para manejo sustentável. Seria um incentivo para o artesanato, importante atividade econômica ligada ao turismo.

Em sua visita a Camburi, não deixe de procurar nas lojas de artesanatos as bonitas peças artesanais em caxeta: peixes e aves entalhados e coloridos, brinquedos e outros objetos de decoração.

 

Galeria de fotos

 

DEIXE SUA OPINIÃO

Please enter your comment!
Please enter your name here